HolosCi(u)dad(e)


Media Lab/Apoio Laboratório 10 Dimensões. 2018
Local: Museu Nacional da República/DF
Brasília

A  obra  Holos(C)i(u)dad(e) envolveu  uma  performance   com  uma  perua   automotiva
sonorizada,  também tipo trio ou paredão goiano. Compreendeu a apresentação em pátio externo do Museu Nacional da República, D.F, Brasília, por cerca de duas horas na noite do dia 3 de outubro de 2018 na exposição Em Meio #10 e com exibição simultânea de complementação visual realizada pelo grupo Orquestra de Laptops da UnB, através da projeção da imagem das palavras chave do projeto, em imagens superpostas em movimento com outras realizadas para apresentação deste grupo.
Houve também  um complemento permanente durante a exposição na sala do Museu Nacional da República (3 a 30 de outubro de 2018), com interações sonoras em tempo real processados em um computador com interface sonora de alto-falantes e acesso a imagem em movimento da projeção da performance em um monitor computacional.  Esta obra está sendo mostrada no VII SIIMI-Buenos Aires  na versão Mini Paredão, com acréscimo sonoro oriundo de Granada (Espanha) por parte do pesquisador da UnB Antenor  Ferreira  do Media Lab/UFG e equipe.
Tratou da  temática Corpocidade, o que te conecta? Que emergiu de um fazer  co-autoral compartilhado em rede, como um organismo vivo e em co-elaboração. A obra  original teve curadoria de Lilian Amaral, coordenação da produção geral  de Laurita Salles e co-participação autoral de uma rede de investigadores no campo da arte computacional.
Documentou os contextos sonoros do Brasil - Brasília, Goiânia, São Paulo; Colômbia – Bogotá; Uruguai – Montevidéu; Espanha – Valência e China.

Obs: Trio goiano refere-se ao tipo de sonorização mais comum no estado de Goiás, Brasil. Nesta região usa-se o padrão de autofalantes em três faixas de som: graves, médios e agudos). Em outras regiões do país essa sonorização pode alcançar quatro faixas.
    Paredão goiano na performance HolosCi(u)dad(e)


   Projeção em tempo real com palavras chave do projeto

REALIZAÇÃO:NÚCLEOS: BRASIL: Brasília, MediaLAb/UnB: coordenação Suzete Venturelli e Antenor Ferreira e equipe. Goiânia, Media Lab/UFG: coordenação Laurita Salles e  co-autores Cleomar Rocha, Leda Guimaraes e Wilder Fioramante . Apoio: Laboratorio 10 Dimensões (UFRN). São Paulo, UMackenzie: coordenação Lilian Amaral – Media Lab BR UFG e Ingrid Hotti Hambrogi – PPG EAHC UPMackenzie e equipe. COLOMBIA: coordenação Liliana Fracasso - Universidade Antonio Nariño (UAN); Francisco Cabanzo - Universidad El Bosque (UEB); Jorge Díaz Matajira - Universidade Antonio Nariño (UAN) colaboradores e  equipes. ESPANHA: Barcelona (gravações na China):Autor: Josep Cerdá, UB/Universidad de Barcelona e equipe. Valencia: coordenação Bia Santos e Emílio Martínez e colaboradores. URUGUAI: Montevidéu,  coordenação: Daniel Argente, Marcos Umpiérrez, Marcos Gimenez e  equipe UDELAR/IENBA . PRODUÇÃO SONORA GERAL: Laurita Salles, Universidade Federal do Rio Grande Norte, Media Lab UFG Programação, produção e orquestração: Gabriel Gagliano, Laboratório 10 Dimensões/UFRN , Laurita Salles, Universidade Federal do Rio Grande Norte, Media Lab UFG e Wilder Fioramonte